comercial.bioblue@biosolvit.com

+55 (24) 3343-4679 

29 de setembro: Dia Mundial do Petróleo

Data serve para relembrar a importância do recurso finito

Quarta-feira, 29 de setembro de 2021 – Em 1859 foi furado o primeiro poço de petróleo, no estado americano da Pensilvânia. De lá pra cá, esse recurso não-renovável foi o pivô de grandes crises entre países e, também, a peça chave para o desenvolvimento de diversas nações ao redor do globo.

A palavra petróleo é derivada do latim Petra (pedra) e Oleum (óleo), que significa “óleo de pedra.” Essa nomenclatura servia para distinguir esse óleo que borbulhava nos mananciais da Pensilvânia, no Centro Nordeste dos Estados Unidos, dos óleos vegetais. Na história, esse foi o primeiro local onde foi encontrado esse recurso, por Edwin Drake, um maquinista aposentado da região.

O petróleo pode ser utilizado na fabricação de diversos produtos, como, por exemplo, o plástico e alguns tipos de solventes e lubrificantes industriais. Além, claro, dos combustíveis, uma vez que a gasolina e o óleo diesel são derivados do petróleo, o que pode impulsionar um país ao desenvolvimento.

O petróleo é, segundo a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), o combustível fóssil mais utilizado no mundo. Só em 2018, foram consumidos cerca de 98,82 milhões de barris por dia em todo o planeta.

Entre os países com as maiores jazidas de petróleo, estão a Arábia Saudita, a Venezuela, o Canadá e o Irã. As nações que mais consomem esse recurso são Estados Unidos, China, Japão e Índia.

Conflitos

Por ser um recurso finito, ou seja, com o tempo ele pode se esgotar, o petróleo esteve no centro de discussões e conflitos ao redor do mundo. No Oriente Médio, por exemplo, em 1991, a Guerra do Golfo foi causada pela invasão do Iraque no Kuwait com o objetivo de tomar as jazidas daquele país. Essa região da Ásia possui cerca de 75% do petróleo mundial, distribuídos, principalmente, entre as duas nações citadas acima e Arábia Saudita, Irã, Emirados Árabes Unidos e Líbia.

O petróleo no Brasil

O Brasil não entra no ranking dos países com as maiores reservas de petróleo, entretanto foi pioneiro na extração do chamado pré-sal, que é o petróleo localizado abaixo da camada de sal, no mar, em profundidades abaixo de 6 mil metros. O país, além de estar na vanguarda dessa técnica, é um dos que mais tem avançado nesse tipo de exploração.

Porém, mesmo sabendo que o petróleo é um recurso finito, a dependência do Brasil em relação a essa matriz energética ainda é grande. De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia divulgados em 2017, o petróleo responde por 49,4% das fontes de energia utilizadas no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *